sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

"A memória é uma ilha de edição"*

Esqueçamos a linearidade. 

Quando falamos em cinema, abordamos representação, linguagem e memória. Mas, para não ficar na abstração, eis que surge a necessidade de definição de conceito, delimitação de um símbolo, pertencente a uma unidade semântica ou de conhecimento. É assim que chegamos à Fragmentação.

Explico melhor. Joelma é narrativa, que aborda a representação de um sujeito pós-moderno, pela perspectiva da sociedade do espetáculo, proferindo um discurso direcionado. Fragmentação constante.

Fazer um filme não significa ter o domínio da linguagem cinematográfica e sim ter o conhecimento necessário para saber entrar e sair de todas as vias possíveis.

Definir locações, atores, equipamentos, equipe, iluminação, planos, falas, ações, figurinos, maquiagem, objetos, trilha, finalização, etc... é como definir cada um dos sintagmas que construirão toda essa estrutura. Esse mundo novo. Essa realidade inventada.

É possível aqui, forjar um espaço, para que ele se torne outro. A estrutura da imagem, ainda não é tão rígida quanto à das letras e números. É assim que Mapele se tornará Ipiaú. É assim que o ator se tornará Joelma. É assim que a tela se tornará papel e a luz uma caneta. O plano, uma frase e as transições, as pontuações.

Não, não é tão simples como está escrito. Escrever com a luz é diferente. É lembrar que Mnemosine, a deusa da memória, intercederá para que o esquecimento seja sempre preservado.


Cinema é preservação da memória, do esquecimento e daquilo que está no meio disso tudo. Pois, é entre a memória e o esquecimento que está o processo criador, a inventividade, a imaginação...

Lembremos da fragmentação. É assim que se dá o exercício da memória.

PS1.: Ao mestre, Otávio Filho.

PS2.: *Wally Salomão.

2 comentários:

  1. Tem uma galera que ja ta ansiosa pra ver Joelma!

    É realmente um processo muito delicado essa soma dos fragmentos em todos os campos da produção. É um quebra-cabeça intenso e imagino como isso está sendo na produção de Joelma.

    Tô na torcida para que o filme obtenha um resultado lindo!

    beijão

    ResponderExcluir
  2. Valeu Hencas!

    Sua torcida e apoio são fundamentais para que Joelma chegue ao resultado que planejamos.

    Beijo!

    ResponderExcluir